Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1255
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1708.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open
Title: Heterogeneidade estrutural no setor agropecuário brasileiro: evidências a partir do censo agropecuário de 2006
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 1708: Heterogeneidade estrutural no setor agropecuário brasileiro: evidências a partir do censo agropecuário de 2006
Structural heterogeneity in the Brazilian agricultural sector: evidence from the 2006 agricultural census
Authors: Fornazier, Armando
Vieira Filho, José Eustáquio Ribeiro
Abstract: A agropecuária brasileira possui um reconhecimento internacional pela produção e exportação de muitos produtos, inserindo-se em modernas cadeias produtivas. Entretanto, vários produtores se encontram em situação de pobreza rural, produzindo apenas para a subsistência. Esse fenômeno do “moderno” conviver com o “atrasado” chamado de heterogeneidade estrutural (HE) já era descrito na década de 1970 pela escola da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), tanto na comparação entre países quanto entre setores, e até mesmo dentro de um mesmo setor. Muitos fatores podem contribuir para a HE, desde a implementação de políticas agrícolas, causas climáticas, organização econômica e social, entre outros. Porém, a tecnologia também tem uma grande importância na diminuição ou aprofundamento da HE, na medida em que permite otimizar a produção, fazendo uma melhor combinação de insumos produtivos, poupando fatores de produção escassos. Este trabalho busca analisar a HE no setor agropecuário brasileiro com base nos dados do Censo Agropecuário de 2006. A heterogeneidade não é unicamente pela condição de ser pequeno ou grande produtor, mas resultante de diversos outros fatores. Neste estudo, o foco se dá na tecnologia, tendo em vista que esta pode reverter disparidades ou aprofundá-las, na medida em que não há perfeito acesso ou difusão tecnológica entre o conjunto dos agentes produtivos. É preciso também levar em consideração outras características, como a organização social, a capacidade de aprendizado dos agentes e a cooperação entre produtores.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Agricultura, Pecuária e Pesca: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.