Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1503
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
td_1616.pdf920.32 kBAdobe PDFView/Open
Title: O estado atual das instituições financeiras públicas para o desenvolvimento na América Latina: uma análise exploratória
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 1616: O estado atual das instituições financeiras públicas para o desenvolvimento na América Latina: uma análise exploratória
Authors: Araujo, Victor Leonardo de
Pires, Murilo José de Souza
Silva, Márcio Francisco da
Castro, Diego Afonso de
Abstract: Este trabalho tem por objetivo refletir sobre as transformações recentes vivenciadas pelas instituições financeiras para o desenvolvimento (IFDs) no continente latino-americano.Para tanto, foram selecionadas IFDs que atuam nas principais economias da América Latina para compor o universo investigado. O foco analítico assentou-se nas IFDs de propriedade pública que tiveram atuação no setor produtivo, excluindo-se do estudo as instituições exclusivamente voltadas para o financiamento imobiliário. Em linhas gerais,constatou-se na investigação que as principais modificações sofridas por muitas IFDs no continente estão relacionadas com suas transformações em instituições de "segundo piso" que tiveram por propósito proporcionar ganhos de escala, reduzindo assim seus custos operacionais. Em relação à estrutura de funding constatou-se uma redução de recursos provenientes dos respectivos governos (tesouros e bancos centrais) e do aumento de recursos oriundos do setor privado (via captação de depósitos ou, em menor proporção, de emissões nos mercados de capitais domésticos) ou de recursos captados no exterior, via agências oficiais - como Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Corporação Andina de Fomento (CAF), por exemplo. Apesar da insuficiência de dados estatísticos para as IFDs da região, foi possível constatar que as operações de crédito realizadas por muitas delas têm o prazo mais curto do que seria esperado por instituições deste tipo. Não obstante, a função histórica de financiar a indústria, o setor agropecuário e a infraestrutura econômica parece ter sido preservada por muitas instituições no continente. A prioridade para o financiamento de setores atuantes no comércio exterior e de empresas pequenas e médias vem aos poucos despontando como novidade e importante agenda para a região.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
License: É permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Sistema Monetário. Finanças. Bancos: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.