Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1906
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMotta, Ronaldo Seroa da-
dc.contributor.authorMoreira, Ajax R. B.-
dc.contributor.otherMorais, Erique F. P. (Sistematização da base de dados)-
dc.contributor.otherPoloponsky, Katcha (Sistematização da base de dados)-
dc.contributor.otherMoura, Leonardo (Sistematização da base de dados)-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.date.accessioned2013-10-14T17:23:15Z-
dc.date.available2013-10-14T17:23:15Z-
dc.date.issued2004-12-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1906-
dc.description.abstractO marco regulatório do setor de saneamento no Brasil ainda enfrenta a controvérsia sobre em que nível de governo reside o poder concedente e como o setor privado pode operar no setor sem ferir os seus objetivos sociais. Este estudo visa mostrar como essa controvérsia mascara questões mais cruciais associadas ao desempenho produtivo e financeiro do setor. Para tal, estimamos medidas de eficiência e indicadores financeiros que nos permitem analisar em detalhes como as questões de jurisdição e da natureza do capital afetam o desempenho das operadoras de saneamento no país. Em seguida, investigamos como a ausência de instrumentos regulatórios para controle tarifário tem permitido a dissipação da renda mesmo em um ambiente de preços monopolísticos.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleEficiência e regulação no setor saneamento no Brasilpt_BR
dc.title.alternativeTexto para Discussão (TD) 1059: Eficiência e regulação no setor saneamento no Brasilpt_BR
dc.title.alternativeEfficiency and regulation in the Brazilian sanitation sectorpt_BR
dc.typeTexto para Discussão (TD)pt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcewww.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physical19 p. : il.pt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordSetor de saneamentopt_BR
dc.subject.keywordPoder concedentept_BR
dc.subject.keywordSetor privado de saneamentopt_BR
dc.subject.keywordOperadoras de saneamentopt_BR
dc.subject.keywordInstrumentos regulatóriospt_BR
ipea.description.objectiveMostrar como as relações não otimizadas entre poder público e setor privado no setor de saneamento prejudicam o desempenho produtivo e financeiro do setor.pt_BR
ipea.description.additionalinformationSérie monográfica: Texto para Discussão ; 1059pt_BR
ipea.description.additionalinformationReferências bibliográficas: possui referências bibliográficaspt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractRegulation in the sanitation sector in Brazil is facing a great deal of debate regarding the government level in which concending authority should reside and how private operators can fulfill social objectives. The main objective of this study is to show that these issues are not the crucial barriers to the development of the sector when one looks at the productivity performance of the current structure of the sanitation sector in Brazil. In doing so, we are able to analyze how jurisdiction of operators as well as the nature of the management, either private or public, has affected performance of the current operators. Moreover, we investigate how the absence of tariff regulation has dissipated efficiencies and allowed the practice of monopolistic tariffs.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationSaneamentopt_BR
Appears in Collections:Saneamento: Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1059.pdf266.98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.