Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2068
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCamarano, Ana Amélia-
dc.contributor.otherPascom, Ana Roberta Pati (Tabulação de microdados)-
dc.contributor.otherEl Ghaouri, Solange Kanso (Tabulação de microdados)-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.coverage.temporal1978-1998pt_BR
dc.date.accessioned2013-11-06T17:14:57Z-
dc.date.available2013-11-06T17:14:57Z-
dc.date.issued2001-10-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2068-
dc.description.abstractEste trabalho tem por objetivo analisar a participação do idoso brasileiro nas atividades econômicas entre 1978 e 1998. A análise proposta diferencia-se das análises tradicionais de mercado de trabalho. A preocupação central não é com a pressão que o idoso possa fazer no mercado de trabalho, mas a de analisar a sua participação como um indicador de sua dependência. Além disso, outro ponto considerado aqui diz respeito à importante contribuição que os idosos aportam à renda familiar. Finalmente, não se pode deixar de salientar que o envelhecimento populacional experimentado pela população brasileira já está afetando a composição etária da População Economicamente Ativa (PEA). A participação do idoso no mercado de trabalho sofreu poucas variações no período considerado, não mostrando uma resposta expressiva ao aumento da participação de aposentados. Entre as variáveis consideradas que poderiam influir nessa participação, idade e educação mostraram ter um peso expressivo, apresentando a idade um efeito negativo e a educação, positivo. Acredita-se que essas duas variáveis refletem condições de saúde que, na verdade, devem ser um dos determinantes mais importantes da oferta da força de trabalho idosa. A participação do idoso brasileiro no mercado de trabalho é alta, considerando os padrões internacionais. Isso está relacionado a uma particularidade muito específica do mercado de trabalho brasileiro, que é a inserção do aposentado. Mais da metade dos idosos do sexo masculino e quase 1/3 dos do sexo feminino que estavam no mercado de trabalho eram aposentados em 1998, tendo essa participação crescido no período considerado. A renda do trabalho dos aposentados tem um peso bastante significativo na sua renda e na de suas famílias.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleO idoso brasileiro no mercado de trabalhopt_BR
dc.title.alternativeTexto para Discussão (TD) 830: O idoso brasileiro no mercado de trabalhopt_BR
dc.title.alternativeThe Brazilian elderly in the labor marketpt_BR
dc.typeTexto para Discussão (TD)pt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcewww.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physical22 p. : il.pt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordIdosospt_BR
dc.subject.keywordMercado de trabalhopt_BR
dc.subject.keywordEnvelhecimento populacionalpt_BR
dc.subject.keywordRenda familiarpt_BR
ipea.description.objectiveAnalisar a participação do idoso brasileiro nas atividades econômicas.pt_BR
ipea.description.additionalinformationSérie monográfica: Texto para Discussão ; 830pt_BR
ipea.description.additionalinformationReferências bibliográficas: possui referências bibliográficaspt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractThe paper analyses the participation of Brazilian elderly in the labour market from 1977 to 1998. This analysis is different from traditional labour market analysis as the main focus is not with the pressure that elderly can put on the labour market. The objective is to look at their participation as an indicator of dependence. Furthermore, the paper also examines the contribution that Brazilian elderly brings to familial budget. Finally, it calls attention to the fact that the elderly population is already affecting the Brazilian labour force. Elderly participation in labour force experienced little changes through the studied time period. It did not seem affected by the large increase in retired population. Among the considered variables which can affect that participation, age and education showed a great importance; age in a negative way and education in a positive one. It is believed that both reflect health conditions which seem to be an important determinant of elderly labour force supply. The participation of Brazilian elderly in labour market is high considering international standards. This is related to the high participation of retired population. About 50% of male elderly and a third of female elderly on the labour market were retired in 1998. This proportion increased over the studied time period. Earnings from work are important in the elderly income and in their families.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationDemografia. Populaçãopt_BR
ipea.classificationEmprego. Trabalhopt_BR
Appears in Collections:Emprego. Trabalho: Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_830.pdf316.74 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.