Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2596
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1426.pdf352.8 kBAdobe PDFView/Open
Title: Perspectivas de crescimento para a população brasileira: velhos e novos resultados
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 1426: Perspectivas de crescimento para a população brasileira: velhos e novos resultados
Growth prospects for the Brazilian population: old and new results
Authors: Camarano, Ana Amélia
Kanso, Solange
Abstract: Uma das maiores conquistas sociais da segunda metade do século XX em quase todo o mundo em desenvolvimento foi a redução da mortalidade em todas as idades, o que resultou no aumento da esperança de vida e em que mais e mais pessoas alcançassem as idades avançadas. Esta mudança foi seguida da queda da fecundidade. Ambas ocorreram num curto período de tempo e acarretaram transformações rápidas no ritmo de crescimento da população e na distribuição etária. Devido a isto, é necessário que projeções sejam sempre atualizadas. O trabalho compara resultados de cinco projeções realizadas anteriormente e apresenta os resultados de uma nova, que incorpora os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2007. Todas as projeções apontam para uma desaceleração no ritmo de crescimento populacional e para um processo acelerado de envelhecimento, inclusive do próprio segmento com 80 anos e mais de idade. No entanto, as taxas de crescimento, bem como as proporções dos diversos grupos etários no total da população, variam em função da intensidade assumida para a queda da fecundidade. Em relação aos totais populacionais, quanto mais recente a projeção, menor é o volume esperado. Isso é explicado pelas diferentes taxas de fecundidade assumidas nas hipóteses realizadas. Diferenças expressivas também são encontradas na composição etária, principalmente, na proporção da população menor de 15 anos. Foi mostrado que é a fecundidade a variável que desempenha o papel mais importante na dinâmica de uma população. A mortalidade exerce um impacto menor. Parece claro que, para a primeira metade deste século, o movimento da população brasileira é de rápida contração e de superenvelhecimento. Ela deverá atingir o seu ponto máximo nos próximos 20 anos. Isto só não ocorrerá se a fecundidade voltar a crescer. Por outro lado, dado que projeções populacionais são consideradas como insumos importantes para fundamentar estudos que dimensionem demandas de serviços públicos e privados, é de grande importância que haja a contínua atualização das mesmas.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto, desde que obrigatoriamente citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são rigorosamente proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Demografia. População: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.