Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2916
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFrança, Karla-
dc.coverage.spatialFrançapt_BR
dc.coverage.spatialEspanhapt_BR
dc.coverage.spatialInglaterrapt_BR
dc.coverage.spatialAlemanhapt_BR
dc.coverage.temporal1970-2012pt_BR
dc.date.accessioned2014-03-31T16:27:52Z-
dc.date.available2014-03-31T16:27:52Z-
dc.date.issued2013-11-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2916-
dc.description.abstractEste texto analisa aspectos da governança metropolitana em países europeus, observando estratégias de ações cooperadas. Nesse sentido, discorre-se sobre os arranjos instituídos de forma voluntária e institucionalizada, as fontes de financiamento e a oferta de serviços cooperados. Desse modo, este estudo tem por objetivo analisar a questão metropolitana, considerando essencialmente suas institucionalidades e a promoção de políticas e programas empreendidos nos espaços metropolitanos. Consideram-se as diretrizes institucionais dos seguintes países europeus: Alemanha, Espanha, França e Inglaterra, bem como os desafios e as limitações de fomento à governança metropolitana. As reflexões foram desenvolvidas a partir da revisão da literatura internacional e pesquisas realizadas pelos respectivos governos entre as décadas de 1970 e 2012. A análise indica que os arranjos de governança metropolitana são heterogêneos e diversificados, com modelos variados, seja para a prestação de serviços comuns seja para a atuação cooperativa. Observam-se ainda fragilidades nas estratégias para a articulação de políticas intersetoriais e fortes conflitos entre agentes econômicos públicos e privados.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleExperiências de governança metropolitana internacional: os casos da França, Espanha, Inglaterra e Alemanhapt_BR
dc.title.alternativeTexto para Discussão (TD) 1895: Experiências de governança metropolitana internacional: os casos da França, Espanha, Inglaterra e Alemanhapt_BR
dc.title.alternativeExperiences of international metropolitan governance: the cases of France, Spain, England and Germanypt_BR
dc.typeTexto para Discussão (TD)pt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://www.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physical47 p. : il.pt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordGovernança metropolitanapt_BR
dc.subject.keywordServiços cooperadospt_BR
dc.subject.keywordPrestação de serviços cooperadospt_BR
dc.subject.keywordPolíticas intersetoriaispt_BR
dc.subject.keywordOrganizações metropolitanaspt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1999pt_BR
ipea.description.objectiveAnalisar aspectos da governança metropolitana em países europeus, observando estratégias de ações cooperadas.pt_BR
ipea.description.additionalinformationSérie monográfica: Texto para Discussão ; 1895pt_BR
ipea.description.additionalinformationReferências bibliográficas: possui referências bibliográficas e bibliografia complementarpt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractThis text analyses aspects of metropolitan governance in European countries, observing cooperated action strategies. Accordingly, it is descanted about the instituted arrangements in a spontaneous and institutionalized way, the sources of funding and the offering of cooperated services. Thereby, this study has the objective of analyzing the metropolitan matter, considering essentially its institutions and the promotion of policies and programs undertaken in the metropolitan spaces. There are considered the institution guidelines of the following European countries: Germany, Spain, France and England, as well as the challenges and limitations of fomentation to the metropolitan governance. The observations were developed from the review of the international literature and researches accomplished by the respective governments between the decade of 1970 and the year 2012. The analysis indicates that the arrangements of metropolitan governance are heterogeneous and diversified, with diverse models, being to common service delivery or being to cooperative acting. There are still observed fragilities in the strategies to the articulation of intersectoral policies and strong conflicts among the public and private economical agents.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationAdministração Pública. Governo. Estadopt_BR
ipea.classificationDesenvolvimento Regionalpt_BR
Appears in Collections:Administração Pública. Governo. Estado: Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1895.pdf312.06 kBAdobe PDFView/Open
TD_1895_sumario_executivo.pdf47.66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.