Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2977
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1504.pdf322.56 kBAdobe PDFView/Open
Title: Fronteira de desigualdade regional: Brasil (1872-2000)
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 1504: Fronteira de desigualdade regional: Brasil (1872-2000)
Inequality regional's border: Brazil (1872-2000)
Authors: Monasterio, Leonardo M.
Abstract: Milanovic, Lindert e Williamson (2007) criaram o conceito de fronteira de possibilidade de desigualdade (inequality possibility frontier – IPF). Eles constataram que sociedades muito pobres não podem exibir elevados índices de Gini de desigualdade de renda porque o excedente econômico e pequeno demais para ser apropriado pelos estratos superiores. A IPF, por sua vez, e o nível máximo de desigualdade que pode ser atingido a cada nível de renda. Este estudo estende tais conceitos para tratar da dimensão regional. Países com níveis de renda próximos da subsistência tem que apresentar baixos níveis de desigualdade regional de renda per capita. Os conceitos de fronteira de desigualdade regional (FDR) e razão de desigualdade regional (RDR) são apresentados no texto, o qual e ilustrado com a experiencia brasileira entre 1872 e 2000.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Desenvolvimento Regional: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.