Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/3036
Title: Economia da saúde: conceitos e contribuição para a gestão da saúde
Other Titles: Health economics: concepts and contribution to the health management
Authors: Piola, Sergio Francisco (Org.)
Vianna, Solon Magalhães (Org.)
Abstract: Aborda questões básicas da economia da saúde. O primeiro capítulo trata dos aspectos conceituais, dos fundamentos e das relações, às vezes conflituosas entre economia e saúde. A temática macroeconômica é objeto do segundo, terceiro e quarto capítulos. O segundo apresenta os diferentes modelos e as formas de financiamento, discute o relacionamento entre gastos setoriais e níveis de saúde, bem como os principais incentivos que afetam o comportamento dos agentes econômicos (profissionais de saúde e usuários). Trata ainda das tendências atuais do financiamento e da gestão dos serviços de saúde. A questão do normativismo e dos incentivos é abordada no terceiro capítulo, em são relatadas três experiências relativamente recentes: as Health Maintenance Organizations (HMOs) nos Estados Unidos, a reforma do National Health Service inglês e o chamado Plano Dekker nos Países Baixos. O quarto capítulo discute os aspectos conceituais da demanda global e da demanda em saúde, seus determinantes e o conflito, ou as diferenças entre demanda (procura do serviço) e "necessidade". Os quatro capítulos seguintes têm a equidade como tema comum. O capítulo5 examina os diferentes conceitos de equidade e as características de alguns dos seus indicadores mais frequentes no campo da saúde (perfis demográfico, epidemiológico e socioeconômico da população). O capítulos 6, 7 e 8 abordam, sob diferentes aspectos, a mesma questão no contexto português. O primeiro, mediante um estudo empírico sobre a prestação de serviços de acordo com as necessidades. O segundo, pela análise das duas formas de redistribuição de recursos no sistema público de saúde: uma, baseada na equidade (distribuição de recursos para rede de centros de saúde), e outra, na eficiência (hospitais). Os aspectos microeconômicos da saúde ocupam os três últimos capítulos do livro. O capítulo 9 discute os alcances e limitações dos instrumentos de avaliação econômica (custo-benefício, custo-efetividade e custo-utilidade). O capítulo 10 se ocupa da concepção econômica dos custos e introduz o leitor em outros conceitos básicos tais como custo-oportunidade (ou custo social), custo médio marginal e as diferenças entre custo econômico e custo contábil. E por fim, o capítulo 11 traz a discussão teórica e conceitual precedente, com um estudo de caso: avaliação dos custos da terapêutica anti-inflamatória no tratamento da patologia reumática. Acompanha os capítulos um apêndice com glossário traduzindo o jargão de uso mais frequente entre os economistas da saúde.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.ipea.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários os termos de uso da obra e quem é o detentor dos direitos autorais, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Proibido o uso comercial ou com finalidades lucrativas em qualquer hipótese. Proibida a criação de obras derivadas. Proibida a tradução, inclusão de legendas ou voz humana. Para imagens estáticas e em movimento (vídeos e audiovisuais), ATENÇÃO: os direitos de imagem foram cedidos apenas para a obra original, formato de distribuição e repositório. Esta licença está baseada em estudos sobre a Lei Brasileira de Direitos Autorais (Lei 9.610/1998) e Tratados Internacionais sobre Propriedade Intelectual.
Type: Livros
Appears in Collections:Saúde: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.