Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/4663
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiscussionPaper_93.pdf276.88 kBAdobe PDFView/Open
Title: Poverty, inequality and macroeconomic instability
Other Titles: Pobreza, desigualdade e instabilidade macroeconômica
Discussion Paper 93 : Poverty, inequality and macroeconomic instability
Authors: Barros, Ricardo Paes de
Corseuil, Carlos
Mendonça, Rosane
Reis, Maurício Cortez
Abstract: Nas últimas duas décadas o Brasil experimentou uma performance macroeconômica muito aquém da registrada para o período imediatamente anterior. A inflação alcançou níveis sem precedentes e o crescimento econômico desacelerou consideravelmente. Apesar da percepção generalizada de que a performance macroeconômica estaria relacionada aos níveis de pobreza e desigualdade, existem poucas estimativas quantitativas sobre esta relação para o Brasil, ou mesmo para qualquer outro país. Neste artigo usamos séries de tempo mensais para estimar a relação entre a performance macroeconômica e os níveis de pobreza e desigualdade no Brasil. As estimativas usando tanto dados agregados como um pooling de séries regionais revelam que a inflação parece estar pouco relacionada com pobreza e desigualdade. No entanto, quando se leva em consideração que a variação na taxa mensal de inflação foi bastante alta, mostra-se que as variações correspondentes nos níveis de pobreza e desigualdade são significativas. Com relação ao desemprego as estimativas indicam uma tênue relação desta variável com pobreza e desigualdade. Finalmente, quando se considera a possibilidade de estas relações estimadas variarem ao longo do período analisado, foi identificada uma mudança nas estimativas relacionadas ao período mais recente (pós-real). De fato, a relação entre desemprego e pobreza ou desigualdade se torna bem mais tênue no final do período, o que parece consistente com a queda da pobreza observada a partir de 1995 quando o desemprego assume uma trajetória ascendente. Também há evidências de que a relação entre inflação e pobreza ou desigualdade é mais fraca nos períodos de aceleração inflacionária.
References: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2359
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: Reproduction of this text and the data it contains is allowed as long as the source is cited. Reproductions for commercial purposes are prohibited.
Type: Discussion Paper
Appears in Collections:Economia. Desenvolvimento Econômico: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.