Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/5467
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPinheiro, Armando Castelar-
dc.contributor.authorGiambiagi, Fábio-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.date.accessioned2015-11-18T13:39:36Z-
dc.date.available2015-11-18T13:39:36Z-
dc.date.issued1992-08-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/5467-
dc.description.abstractEste artigo é uma tentativa de organizar um conjunto de dados relacionados com papel do Estado na economia brasileira e de usá-los para discutir alguns dos mais importantes aspectos do processo de privatização em andamento. 0 objetivo básico do trabalho é servir de subsidio para o debate acerca do impacto da privatização no ajuste macro e microeconômico. Depois de uma apresentação panorâmica da contribuição das empresas estatais para as Necessidades de Financiamento do Setor Público (NFSP) e da sua participação relativa nos diversos setores da economia, é discutido o programa de privatização do governo Collor de Mello, com especial ênfase na análise do impacto sobre as contas públicas, da determinação do preço de venda das empresas, do uso das chamadas "moedas podres" como meio de pagamento e da questão da consistência interna e externa do programa. 0 texto faz um balanço positivo do programa como um todo, tendo em vista as severas restrições impostas pelo ambiente macroeconômica e a importância do programa como catalisador da credibilidade do governo, doméstica e externamente. Conclui-se, contudo, que os principais benefícios da privatização estão associados mais a outras questões que não a redução do déficit público que, as vezes, é considerada — na nossa opinião, erradamente — o resultado mais favorável da privatização.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleAs Empresas estatais e o programa de privatização do governo Collorpt_BR
dc.typePesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigospt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://ppe.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physicalp. p. 241-288pt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Condições Econômicas. Pesquisa Econômica. Sistemas Econômicos::Sistemas Econômicos::Propriedades::Privatizaçãopt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a cópia, reprodução e distribuição de textos, imagens, dados e demais arquivos, no todo ou em parte, em qualquer formato ou meio desde que sejam observadas as seguintes regras: a) O uso do material copiado se destina apenas para fins educacionais, de pesquisa, pessoal, circulação interna ou outros usos não comerciais. Reproduções para fins comerciais são proibidas; b) O material deve ser reproduzido sem sofrer qualquer alteração ou edição de conteúdo em relação ao original; e c) A reprodução deve ser acompanhada da citação da fonte, no seguinte formato: Fonte: PPE (http://ppe.ipea.gov.br) É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.ipea.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários os termos de uso da obra e quem é o detentor dos direitos autorais, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Proibido o uso comercial ou com finalidades lucrativas em qualquer hipótese. Proibida a criação de obras derivadas. Proibida a tradução, inclusão de legendas ou voz humana. Para imagens estáticas e em movimento (vídeos e audiovisuais), ATENÇÃO: os direitos de imagem foram cedidos apenas para a obra original, formato de distribuição e repositório. Esta licença está baseada em estudos sobre a Lei Brasileira de Direitos Autorais (Lei 9.610/1998) e Tratados Internacionais sobre Propriedade Intelectual.pt_BR
dc.subject.keywordPrograma de privatizaçãopt_BR
dc.subject.keywordEmpresas estataispt_BR
dc.subject.keywordGoverno Collorpt_BR
dc.subject.keywordPapel do Estado na Economiapt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/3497pt_BR
ipea.description.additionalinformationArtigo publicado em: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE), Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p. 241-288, ago. 1992pt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractThis article organizes a set of data related to the role of state owned enterprises (SOEs) in the Brazilian economy and uses it to discuss some of the most important issues of the country’s ongoing privatization program. The paper’s main objective is to give some quantitative insights to the so far largely qualitative analysis of the impacts of privatizations on macro and microeconomic adjustment. After a brief analysis of the contribution of SOEs to public sector borrowing requirements (PSBR) and of their relative importance in the different sectors of the economy, the article examines president Collor’s National Destatization Program. The analysis emphasizes the discussions about the impact of privatizations on public finances, the rules governing SOEs’ sale price determination, the use of the so-called “funny money” (“moedas podres”) and thee issue of internal and external consistency. The paper presents a positive balance of the government’s first stabilization program and will therefore be small compared to the magnitude of the necessary adjustments. In particular, the main gains from privatization will not be associated to the reduction of the public deficit. Which is – wrongly in our opinion – sometimes considered the most favourable result of privatization.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationEconomia. Desenvolvimento Econômicopt_BR
Appears in Collections:Economia. Desenvolvimento Econômico: Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PPE_v22_n02_Empresas.pdf1.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.