Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8204
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorDutra, Luís Eduardo Duque-
dc.date.accessioned2018-01-04T16:44:57Z-
dc.date.available2018-01-04T16:44:57Z-
dc.date.issued2017-08-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8204-
dc.description.abstractApós a abrupta queda no preço internacional do petróleo a partir de 2014, havia a expectativa de reversão da trajetória de expansão da produção. Contudo, esta continuou a se expandir mesmo no contexto de crise, o que evidencia o distanciamento desse mercado do modelo ideal de livre concorrência. A especificidade do mercado de petróleo deriva não apenas de sua grande concentração e do padrão oligopolista de competição, mas também dos efeitos causados por rupturas tecnológicas e pela entrada de novos atores. Esses fatores cooperam para produzir equilíbrios cada vez mais instáveis no mercado de petróleo no curto prazo, com consequências importantes para as estratégias dos países que dependem desse recurso para promover seu desenvolvimento, como é o caso do Brasil.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.publisherInstituo de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleEvolução recente do mercado internacional de petróleo : um caso clássico da instabilidade dos oligopóliospt_BR
dc.typeBoletim de Economia e Política Internacional - Artigospt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://www.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physicalp. 5-11pt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Meio Ambiente. Recursos Naturais::Recursos Naturais::Tipos de Recursos Naturais::Recursos Naturais Compartilhadospt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Administração de Empresas. Produtividade::Concentração Econômica::Concentração Econômica::Oligopóliospt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordRecursos naturaispt_BR
dc.subject.keywordOligopóliospt_BR
dc.subject.keywordJogos não cooperativospt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8197pt_BR
ipea.description.additionalinformationPossui referências bibliográficaspt_BR
ipea.description.additionalinformationArtigo publicado em: Boletim de Economia e Política Internacional (BEPI): n. 23, maio/ago. 2017pt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractAfter the abrupt drop in the international oil price from 2014, there was the expectation of a reversal of the production expansion trajectory. However, this continued to expand even in the context of crisis, showing how this market departs from the ideal model of free competition. The specificity of the oil market derives not only from its high concentration and oligopolistic pattern of competition, but also from the effects caused by technological disruptions and the entry of new players. These factors cooperate to produce increasingly unstable equilibria in the oil market in the short term, with important consequences for the strategies of countries that rely on this resource to promote development, as is the case in Brazil.pt_BR
ipea.researchfieldsInserção Internacional Soberanapt_BR
ipea.classificationComércio Internacionalpt_BR
ipea.classificationEconomia. Desenvolvimento Econômicopt_BR
Appears in Collections:Economia. Desenvolvimento Econômico: Artigos
Comércio Internacional: Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BEPI_n23_Evolução.pdf108.22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.