Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8213
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorHitner, Verena-
dc.contributor.authorCarlotto, Maria Caramez-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.date.accessioned2018-01-05T14:40:07Z-
dc.date.available2018-01-05T14:40:07Z-
dc.date.issued2017-07-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8213-
dc.description.abstractEste artigo busca analisar as mudanças na cooperação técnica do Brasil a partir do momento em que ela se transforma em ferramenta privilegiada da política externa adotada pelo país atualmente. Para tanto, parte-se de uma comparação entre dois diferentes padrões de transferência de conhecimentos, com o objetivo de compreender a importância da mudança do conceito de cooperação para a política de desenvolvimento e inserção internacional brasileira. Analisa-se particularmente a cooperação técnica entre Brasil e Estados Unidos no campo de políticas educacionais nos anos 1950, 1960 e 1970 e no campo de políticas de ciência e tecnologia nos anos 1980 e 1990, comparando-as com a cooperação técnica para transferência de tecnologia agrícola do Brasil com outros países em desenvolvimento nos anos 2000. O objetivo é analisar em que medida o atual modelo brasileiro pode ser considerado um novo padrão de cooperação técnica em relação a um novo formato de inserção internacional.pt_BR
dc.language.isoes-ESpt_BR
dc.publisherInstituo de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleA Cooperação técnica brasileira e a busca pela inserção na "sociedade do conhecimento" : da subordinação norte-sul à aliança estratégica sul-sul?pt_BR
dc.title.alternativeBrazilian technical cooperation and the search for insertion in the "knowledge society" : from the north-southern subordination to the south-south strategic alliance?pt_BR
dc.title.alternativeLa Cooperación técnica brasileña y la búsqueda por la inserción en la "sociedad del conocimiento" : de la subordinación norte-sur a la alianza estratégica sur-sur?pt_BR
dc.typeRevista Tempo do Mundo - Artigospt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://www.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physicalp. 137-161pt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Cooperação Internacional. Relações Internacionais::Cooperação Internacional::Ajuda ao Desenvolvimento::Cooperação Internacionalpt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Ciência. Pesquisa. Metodologia::Pesquisa. Ciência::Pesquisa. Ciência::Ciência e Tecnologiapt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordCooperação internacionalpt_BR
dc.subject.keywordCiência e tecnologiapt_BR
dc.subject.keywordEducaçãopt_BR
dc.subject.keywordThink tankspt_BR
dc.subject.keywordPolítica externa brasileirapt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8203pt_BR
ipea.description.additionalinformationEl objetivo del artículo es analizar los cambios en la cooperación técnica de Brasil a partir del momento que ella se transforma en herramienta privilegiada de la política exterior brasileña actual. Para eso, se parte de una comparación entre dos patrones distintos de cooperación técnica con el objetivo de comprender la importancia del cambio en el concepto de cooperación para la política de desarrollo e inserción internacional de Brasil. El texto analiza particularmente la cooperación técnica entre Brasil y Estados Unidos en el campo de las políticas educativas en los años 1950, 1960 y 1970 y en el campo de la ciencia y la tecnología en los años 1980 y 1990, haciendo una comparación de ellas con la cooperación técnica para transferencia de tecnología agrícola de Brasil con otros países en desarrollo en los años 2000. El objetivo es analizar en qué medida el nuevo modelo de cooperación brasileña puede ser considerado un nuevo patrón de cooperación técnica relacionado a un nuevo modelo de inserción internacional.pt_BR
ipea.description.additionalinformationArtigo publicado em: Tempo do Mundo: v. 3, n.2 jul. 2017pt_BR
ipea.description.additionalinformationPossui referências bibliográficaspt_BR
ipea.description.additionalinformationISSN 2176-7025pt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractThe article aims to analyze the changes in the technical cooperation of Brazil from the moment it becomes a privileged tool of the current Brazilian foreign policy. Therefore, it starts comparing two different patterns of technical cooperation due to understand the importance of the changing that happened on the concept of cooperation to Brazil’s international development and insertion policy. The article analyzes, with attention, the education technical cooperation between Brazil and the United States in the 1950s, 1960s and 1970s and as well as their cooperation on science and technology policies in the 1980s and 1990s, comparing them with technical cooperation for the transfer of agricultural technology of Brazil with other developing countries in the 2000s. Finally, it intends to understand how the new Brazilian cooperation model can be considered a new standard of technical cooperation related to a new model of international insertion.pt_BR
ipea.researchfieldsInserção Internacional Soberanapt_BR
ipea.classificationRelações Internacionaispt_BR
ipea.classificationTecnologia. Inovação. Informação. Conhecimentopt_BR
Appears in Collections:Tecnologia. Inovação. Informação. Conhecimento: Artigos
Cooperação Internacional. Relações Internacionais: Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TdM_v3_n2_Cooperação.pdf156.49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.