Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8238
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorGraça, Paulina Graziela Rodrigues da-
dc.contributor.authorCruz, Mércia Santos da-
dc.contributor.authorIrffi, Guilherme-
dc.coverage.spatialParaíba, Brasilpt_BR
dc.coverage.temporal2012pt_BR
dc.date.accessioned2018-01-17T18:33:59Z-
dc.date.available2018-01-17T18:33:59Z-
dc.date.issued2017-12-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8238-
dc.description.abstractEm 2012 foram registrados 1.049 óbitos de adultos provocados por armas de fogo na Paraíba. Diante disso, este artigo objetiva simular as perdas de produtividade, a partir do cômputo dos anos potenciais de vida perdida (APVPs). Para tanto, foram utilizados os casos de óbitos do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), dados de renda da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), informações referentes à renda mensal por ocupação do paraibano, de acordo com o Código Brasileiro de Ocupação (CBO), bem como a expectativa de vida aferida pelo Censo Demográfico de 2010. Entre os principais resultados, destaca-se que os 1.049 casos de óbitos no estado representam perdas de produtividade, na ordem de R$ 106 milhões. Ao analisar os resultados por sexo, obteve-se um total de 972 óbitos de homens, representados em perdas econômicas em R$ 143 milhões, enquanto a perda em função dos óbitos de mulheres é de R$ 8 milhões. Por fim, referente ao quantitativo de óbitos por ocupação, totalizados em R$ 3 milhões. O maior número de óbitos foi obtido com as ocupações volantes da agricultura, com 49 óbitos, e pedreiro, com 47 óbitos. Assim, pode-se inferir que o estado da Paraíba incorre em elevada perda de produtividade, principalmente pelo fato de a maioria dos óbitos por arma de fogo ser de jovens, sendo que isto pode comprometer o desenvolvimento econômico e social do estado em função da perda de capital humano.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.language.isoen-USpt_BR
dc.language.isoes-ESpt_BR
dc.language.isofr-FRpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleQual o custo econômico dos crimes por arma de fogo na Paraíba? : análises para o ano de 2012 sobre a perda de produtividadept_BR
dc.title.alternativeWhat is the economic cost of firearms in Paraíba? : analysis for the year 2012 on the loss of productivitypt_BR
dc.title.alternative¿Cuál es el costo económico de los crímenes por armas de fuego en Paraíba? : análisis para el 2012 sobre la pérdida de productividadpt_BR
dc.title.alternativeQuel est le coût économique des crimes par armes à feu en Paraíba? : analyses pour l’année 2012 sur la perte de productivitépt_BR
dc.typePlanejamento e Políticas Públicas (PPP) - Artigospt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://www.ipea.gov.br/ppppt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physicalp. 155-177 : il.pt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Política Econômica. Política Social. Planejamento::Problemas Sociaispt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Cooperação Internacional. Relações Internacionais::Relações Internacionais::Defesa::Armaspt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Política Econômica. Política Social. Planejamento::Política Econômica::Desenvolvimento - Geral::Desenvolvimento Econômico e Socialpt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Administração de Empresas. Produtividade::Produção. Produtividade::Produtividade::Produtividadept_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordCrimes por arma de fogopt_BR
dc.subject.keywordImpactos socioeconômicospt_BR
dc.subject.keywordÓbitospt_BR
dc.subject.keywordCustos indiretospt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8227pt_BR
ipea.description.objectiveSimular as perdas de produtividade, a partir do cômputo dos anos potenciais de vida perdida (APVPs).pt_BR
ipea.description.additionalinformationArtigo publicado em: Planejamento e Políticas Públicas (PPP): n. 49, jul./ dez. 2017pt_BR
ipea.description.additionalinformationResumos em português, inglês, espanhol e francêspt_BR
ipea.description.additionalinformationPossui referências bibliográficaspt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractThis article aims to simulate the productivity losses in Paraíba due to adult deaths caused by firearms in the year of 2012, based on the potential years of life lost (Pyll). For this analysis, we used data on the cases of death from Mortality Information System (SIM), on income per inhabitant by occupational code from Pnad and Brazilian Occupational Code (CBO), as well as on expectation of life from Demographic Census of 2010. We found that the 1,049 cases of deaths in Paraíba resulted in productivity losses of about R$ 106 million. When analyzing the results by gender, the male and female deaths involved losses of about R$ 143 million and R$ 8 million, respectively. We also simulate the losses by occupation. The results indicate that the State of Paraíba presents high productivity losses due to firearm deaths, mainly because it involves younger portions of the population. This loss of human capital can jeopardize the economic and social development of the state.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationDemografia. Populaçãopt_BR
ipea.classificationDesenvolvimento Socialpt_BR
ipea.classificationEconomia. Desenvolvimento Econômicopt_BR
Appears in Collections:Desenvolvimento Social: Artigos
Demografia. População: Artigos
Economia. Desenvolvimento Econômico: Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ppp_n49_qual_o_custo.pdf219.09 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.