Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8349
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFiorentin, Guilherme Pons-
dc.contributor.authorAzevedo, André Filipe Zago de-
dc.contributor.authorReis, Magnus dos-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.coverage.temporal2001-2012pt_BR
dc.date.accessioned2018-04-27T15:05:46Z-
dc.date.available2018-04-27T15:05:46Z-
dc.date.issued2018-04-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8349-
dc.description.abstractEste trabalho examina o impacto dos influxos de investimentos estrangeiros diretos (IEDs) recebidos pelo Brasil no comércio internacional, buscando identificar se o investimento direto é complementar ou substituto ao comércio. O modelo gravitacional é estimado com a adição de uma variável explicativa para o IED, por meio de painéis estáticos e dinâmicos. A amostra contém dados de vinte países dos quais o Brasil mais importa, durante o período de 2001 a 2012. Os resultados obtidos na estimação de um painel estático vão de encontro aos trabalhos empíricos já encontrados, uma vez que se constata que os influxos de investimento realizado no Brasil não geram um impacto positivo nas importações, mas apenas nas exportações. Analisando os resultados dos parâmetros estimados para a variável IED na arquitetura dinâmica, percebe-se que eles se tornaram contrários a aqueles estimados por efeitos fixos e aos que a literatura vem sugerindo. Assim, o IED deixa de ter impacto contemporâneo positivo sobre as importações e passa a ter um efeito negativo em relação ao período t-1, sugerindo que o IED e as importações são substitutos. No entanto, o IED estimula as exportações no período contemporâneo, mas apresenta um efeito negativo na primeira defasagem.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.language.isoen-USpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleA Relação entre investimento estrangeiro direto e comércio internacional no Brasil entre 2001 e 2012pt_BR
dc.title.alternativeThe Relation between trade and foreign direct investment in Brazil in the period 2001-2012pt_BR
dc.typePesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigospt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://ppe.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physicalp. 7-36 : il.pt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Finanças Públicas. Bancos. Relações Monetárias Internacionais::Sistema Monetário Internacional::Movimentos de Capitais Internacionais::Investimentos Estrangeirospt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Finanças Públicas. Bancos. Relações Monetárias Internacionais::Moedas. Financiamento::Investimento::Investimentos Diretospt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Comércio::Comércio Internacionalpt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a cópia, reprodução e distribuição de textos, imagens, dados e demais arquivos, no todo ou em parte, em qualquer formato ou meio desde que sejam observadas as seguintes regras: a) O uso do material copiado se destina apenas para fins educacionais, de pesquisa, pessoal, circulação interna ou outros usos não comerciais. Reproduções para fins comerciais são proibidas; b) O material deve ser reproduzido sem sofrer qualquer alteração ou edição de conteúdo em relação ao original; e c) A reprodução deve ser acompanhada da citação da fonte, no seguinte formato: Fonte: PPE (http://ppe.ipea.gov.br).pt_BR
dc.subject.keywordInvestimento estrangeiro diretopt_BR
dc.subject.keywordModelo gravitacionalpt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/8339pt_BR
ipea.description.additionalinformationArtigo publicado em: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 48, n. 01, abr. 2018pt_BR
ipea.description.additionalinformationPossui referênciaspt_BR
ipea.description.additionalinformationResumo em português e inglêspt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractThis paper aims to evaluate the impact of Brazilian inward foreign direct investment (FDI) flows on international trade, examining whether the direct investment is complementary or substitute to trade. The gravity model commonly used to determine the flow of trade between countries is estimated with the addition of an explanatory variable for FDI, through static and dynamic panels. The data sample includes statistics from twenty countries with which Brazil imports the most, during the period from 2001 to 2012. The results with a static panel data obtained from Brazil’s sample do not corroborate the empirical evidence, since the foreign direct investment inflows do not impact positively on the imports, but only exports. Analyzing the results of the estimated parameters for the FDI variable in a dynamic architecture, it is noticed that they became opposed to those estimated by fixed effects and what the literature is suggesting. Thus, FDI ceases to have a positive impact on contemporary imports and starts to have a negative effect on the period t-1, suggesting that FDI and imports are substitutes. However, FDI stimulates exports in the contemporary period, but have a negative effect on the first lag.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationComércio Internacionalpt_BR
ipea.classificationSistema Monetário. Finanças. Bancospt_BR
Appears in Collections:Sistema Monetário. Finanças. Bancos: Artigos
Comércio Internacional: Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PPE_v48_n01_Relação.pdf275 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.