Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/9189
Files in This Item:
File SizeFormat 
ppp_37_teorias.pdf151.58 kBAdobe PDFView/Open
Title: As Teorias de justiça e a equidade no Sistema Único de Saúde no Brasil
Other Titles: Theories of justice and equiry in health system in Brazil
Authors: Nunes, André
Abstract: Neste artigo contrapõem-se as teorias de justiça que embasaram a construção do modelo de provisão de saúde universal no Brasil. O argumento central é que os critérios de justiça postulados não são atingidos na prática, uma vez que não há como se pensar em justiça sem considerar as restrições impostas pela escassez de recursos econômicos. Essa é a questão fundamental a ser tratada pela justiça. Neste contexto, questiona-se a viabilidade do modelo de provisão de saúde pública, universal e gratuita, proporcionar atenção à saúde com a qualidade e a tecnologia demandadas pela medicina atual. Duas opções se apresentam. A mais confortável é continuar com o atual modelo, mesmo sem tornar factível o princípio da universalização equitativa. A outra é repensar o modelo de atenção pública e gratuita, criando-se critérios de acessibilidade, priorização do atendimento e coparticipação dos custos.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
License: É permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas
Type: Planejamento e Políticas Públicas (PPP) - Artigos
Appears in Collections:Saúde: Artigos



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.