Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2391
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
td_0533.pdf592.25 kBAdobe PDFView/Open
Title: Trinta e cinco anos de crescimento econômico na Amazônia (1960/1995)
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 533: Trinta e cinco anos de crescimento econômico na Amazônia (1960/1995)
Thirty-five years of economic growth in the Amazon (1960/1995)
Authors: Gomes, Gustavo Maia
Vergolino, José Raimundo
Abstract: Este trabalho quantifica e interpreta o crescimento econômico da região Norte. Nos últimos 35 ou, mais precisamente, de 1960 a 1995, a economia dessa região aumentou em quase doze vezes o seu tamanho. No mesmo período, o produto interno bruto brasileiro foi multiplicado por um fator um pouco menor do que seis. Materialmente, a economia amazônica foi impulsionada,sobretudo, por grandes adições ao seu estoque de capital físico — novas rodovias, ferrovias, fábricas, recursos minerais postos em exploração, áreas abertas para a agricultura e a pecuária —, e por um crescimento demográfico muito rápido, em grande medida decorrente da imigração. As pessoas vieram para o Norte induzidas por fatores diversos. A construção de estradas, a abertura de novas fronteiras agrícolas, os surtos de mineração, e o crescimento da indústria e dos serviços nas cidades foram alguns desses fatores. Em cada um destes, facilmente pode ser identificada a mão visível do governo, que construiu estradas, atraiu os que vinham trabalhar nas obras e os que, em seguida, a partir dos novos caminhos e com o benefício de incentivos também governamentais, tornaram-se colonos, proprietários ou assalariados rurais.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto, desde que obrigatoriamente citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são rigorosamente proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Desenvolvimento Regional: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.