Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2623
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSchmidt, Flávia de Holanda-
dc.contributor.authorAssis, Lucas Rocha Soares de-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.coverage.temporal2001-2010pt_BR
dc.date.accessioned2014-02-25T17:51:44Z-
dc.date.available2014-02-25T17:51:44Z-
dc.date.issued2013-10-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2623-
dc.description.abstractAo longo da última década, a indústria de defesa tem obtido, de modo mais consistente, relevância na pauta das políticas públicas do governo brasileiro, entre as quais cabe destaque para a Política Nacional da Indústria de Defesa (PNID), de 2005, a Estratégia Nacional de Defesa (END), de 2008, e o Plano Brasil Maior (PBM), de 2011. A revitalização em curso não apenas possui amparo em documentos governamentais e na legislação como também é um projeto que se encontra efetivamente em andamento no setor produtivo, como se observa por meio dos grandes projetos recentes que têm articulado o Ministério da Defesa (MD) e as Forças Armadas e a indústria. Tendo por premissa que o êxito desse processo exige não apenas que as Forças Armadas tenham equipamentos modernos e militares hábeis em operá-los, mas também que o país detenha o conhecimento tecnológico que possibilite a produção destes equipamentos em território nacional, bem como as condições para o seu constante aperfeiçoamento e a introdução de inovações. Este texto oferece informações sobre as contratações empreendidas entre 2001 e 2010 pelo MD e organizações subordinadas para a aquisição de bens de defesa e analisa características selecionadas das firmas fornecedoras de produtos de defesa no Brasil. Considerando ainda que o MD, ao ser o comprador principal – quase único – do setor no país, pode exigir atributos que visem ao desenvolvimento de uma indústria de características microeconômicas diferenciadas, haja vista que determina as condições de seleção para cada aquisição, as análises feitas no trabalho buscam verificar se o MD está conseguindo, pela seleção de fornecedores, contribuir para o desenvolvimento de uma Base Industrial de Defesa (BID) adequada aos interesses nacionais, testando a hipótese de diferenciação dos atributos individuais das fornecedoras de defesa do país. Os resultados indicam que em 2010 os valores totais de contratos obtidos pelas firmas foram positivamente associados com características microeconômicas que estão relacionadas com o estabelecimento de uma BID sustentável e competitiva.pt_BR
dc.language.isopt-BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titleA dinâmica recente do setor de defesa no Brasil: análise das características e do envolvimento das firmas contratadaspt_BR
dc.title.alternativeTexto para Discussão (TD) 1878: A dinâmica recente do setor de defesa no Brasil: análise das características e do envolvimento das firmas contratadaspt_BR
dc.title.alternativeThe recent dynamics of the defense sector in Brazil: analysis of the characteristics and involvement of firms contractedpt_BR
dc.typeTexto para Discussão (TD)pt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcewww.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physical65 p. : il.pt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordIndústria de defesapt_BR
dc.subject.keywordAquisição de materiais de defesapt_BR
dc.subject.keywordPolítica Nacional da Indústria de Defesa (PNID)pt_BR
dc.subject.keywordEquipamentos militarespt_BR
ipea.description.objectiveTrata das contratações empreendidas entre 2001 e 2010 pelo Ministério da Defesa e organizações subordinadas para a aquisição de bens de defesa e analisa características selecionadas das firmas fornecedoras de produtos de defesa no Brasil.pt_BR
ipea.description.additionalinformationSérie monográfica: Texto para Discussão ; 1878pt_BR
ipea.description.additionalinformationReferências bibliográficas: possui referências bibliográficaspt_BR
ipea.description.additionalinformationConteúdo: possui apêndice e anexopt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractOver the last decade, the defense industry has consistently obtained relevance on the agenda of public policies of the Brazilian government, among which it is worth highlighting the National Defense Industry Policy (2005), the National Defense Strategy (2008), and the Greater Brazil Plan (2011). The ongoing revitalization not only has support in government documents and legislation as it is also taking place in the productive sector, as seen through the large recent projects that have articulated the Ministry of Defense (MD) and the Armed Forces and Brazilian industry. Departing from the premise that the success of this process requires not only that the Armed Forces have modern equipment and skilled military to operate them, but also that the country retains the technological expertise that enables the production of such equipment inward, and the conditions for their constant improvement and introduction of innovations, this text offers information on defense procurement undertaken between 2001 and 2010 by the MD and subordinate organizations for the purchase of defense goods and analyzes selected characteristics of supplying firms. Considering also that the MD, as the main buyer of the industry in the country – virtually the single one, may shape industry development through the requirement of specific attributes, once it determines the selection conditions for each acquisition, this paper analyzes if the MD has been able, through the selection of its suppliers, to contribute to the development of a Defense Industrial Base (DIB) that is adequate to national interests, testing the hypothesis of differentiation of individual attributes of supplying firms. The results indicate that in 2010 the total value of contracts obtained by firms was positively associated with microeconomic characteristics that are related to the establishment of a sustainable and competitive DIB.pt_BR
ipea.researchfieldsN/Apt_BR
ipea.classificationAdministração Pública. Governo. Estadopt_BR
ipea.classificationIndústriapt_BR
Appears in Collections:Indústria: Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1878.pdfArquivo principal1.19 MBAdobe PDFView/Open
TD_1878_sumario_executivo.pdfTD 1878 Sumário executivo40.31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.