Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/6540
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBlanchard, Jean-Marc F.-
dc.coverage.spatialBrasilpt_BR
dc.coverage.spatialChinapt_BR
dc.coverage.spatialVenezuelapt_BR
dc.date.accessioned2016-06-16T14:43:38Z-
dc.date.available2016-06-16T14:43:38Z-
dc.date.issued2016-07-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/6540-
dc.description.abstractPara alguns, a crescente interdependência econômica da China com a América Latina, juntamente às suas extensas relações políticas e aos laços com outros países da região, anunciam uma nova ordem político-econômica regional e, quiçá, global, no que diz respeito às relações políticas bilaterais, às instituições internacionais e ao lugar dos Estados Unidos. A literatura sobre a economia política da segurança nacional, no entanto, sugere que se deve manter cautela ao assumir uma correspondência direta entre estímulos econômicos e comportamento político. Este artigo investiga precisamente essa relação a partir de uma análise da economia política das relações de investimento da China na América Latina, com foco nos casos China-Brasil e China-Venezuela. Conclui-se que variáveis políticas desempenham um papel crucial ao iluminar posições do Brasil e da Venezuela em relação à China, e que relações econômicas amplas e profundas com o país não eliminaram alguns atritos e comportamentos egoístas por parte de Brasil e Venezuela. Além disso, mostra-se que a China considera uma variedade de fatores não econômicos para determinar a natureza da sua relação com estes países latino-americanos. Em resumo, o investimento chinês na América Latina, mesmo que embasado em fortes laços comerciais, não parece estar resultando em efeitos políticos transformadores, a despeito das predições mais sensacionalistas.pt_BR
dc.language.isoen-USpt_BR
dc.publisherInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.titlePolitical aspects of chinese investment in Latin Americapt_BR
dc.title.alternativeAspectos políticos dos investimentos chineses na América Latinapt_BR
dc.title.alternativeAspectos políticos de las inversiones chinas en Latinoaméricapt_BR
dc.typeRevista Tempo do Mundo - Artigospt_BR
dc.rights.holderInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)pt_BR
dc.source.urlsourcehttp://www.ipea.gov.brpt_BR
dc.location.countryBRpt_BR
dc.description.physicalp. 35-49pt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Política Econômica. Política Social. Planejamento::Política Econômica::Política Econômica::Política Econômicapt_BR
dc.subject.vcipeaIPEA::Política Econômica. Política Social. Planejamento::Problemas Sociais::Tipos de Problemas Sociais::Segurança Públicapt_BR
dc.rights.licenseÉ permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.pt_BR
dc.subject.keywordEconomia política da segurança nacionalpt_BR
dc.subject.keywordSaídas de IEDpt_BR
dc.subject.keywordEconomia políticapt_BR
dc.subject.keywordInvestimentospt_BR
dc.relation.referenceshttp://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/6538pt_BR
ipea.description.additionalinformationArtigo publicado em: Tempo do Mundo: v. 2, n. 2, jul. 2016pt_BR
ipea.description.additionalinformationPossui referências bibliográficaspt_BR
ipea.access.typeAcesso Abertopt_BR
ipea.rights.typeLicença Comumpt_BR
ipea.englishdescription.abstractFor some, China’s increasing economic interdependence with Latin America, coupled with its extensive political relations and diverse other ties with countries in the region, herald a new regional, and perhaps even global, political and economic order with respect to bilateral political relations, international institutions, and the place of the United States. The literature on the political economy of national security, though, suggests we should be cautious about assuming a direct correspondence between economic stimuli and political behavior. This article probes what exactly is happening through an analysis of the politico-economy of China’s investment relations with Latin America, focusing on the cases of China-Brazil and China-Venezuela ties. It finds that political variables play a crucial role in illuminating Brazil and Venezuela’s stances towards China and that even broad and deep economic relations with China do not eliminate serious frictions with it or self-interested behaviors by Brazil and Venezuela. Furthermore, it shows that China considers a variety of non-economic factors when determining the nature of its relationship with these two Latin American states. In short, Chinese investment in Latin America, even layered on top of massive trade ties, does not seem to be having transformative political effects contrary to more sensationalist accounts.pt_BR
ipea.researchfieldsInserção Internacional Soberanapt_BR
ipea.classificationComércio Internacionalpt_BR
ipea.classificationEconomia. Desenvolvimento Econômicopt_BR
Appears in Collections:Economia. Desenvolvimento Econômico: Artigos
Comércio Internacional: Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TdM_v2_n2_Political.pdf92.65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.