Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1999
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_1855.pdf301.7 kBAdobe PDFView/Open
Title: Experiências de governança metropolitana internacional: os casos dos Estados Unidos e do Canadá
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 1855: Experiências de governança metropolitana internacional: os casos dos Estados Unidos e do Canadá
Experiences of international metropolitan governance: the cases of the United States and Canada
Authors: França, Karla
Furtado, Bernardo Alves
Abstract: O texto analisa aspectos da governança metropolitana dos Estados Unidos e do Canadá, observando estratégias de ações cooperadas e critérios utilizados em suas experiências de gestão e institucionalização. Nesse sentido, discorre-se sobre os arranjos instituídos de forma compulsória ou voluntária, as fontes de financiamento e a oferta de serviços cooperados. Além disso, no intuito de contribuir para a compreensão da problemática e das estratégias de enfrentamento da questão, o estudo enfoca os processos de metropolização, suburbanização e adensamento de áreas metropolitanas. Desse modo, este estudo tem por objetivo analisar a questão metropolitana, considerando essencialmente suas institucionalidades e a promoção de políticas e programas empreendidos nos espaços metropolitanos. Consideram-se as diretrizes institucionais dos países federativos em questão, bem como os desafios e limitações de fomento à governança metropolitana. As reflexões foram desenvolvidas a partir da revisão da literatura internacional e de estudos formais realizados pelas próprias instituições e organizações metropolitanas entre 1970 e 2012. A análise indica que os arranjos de governança metropolitana nos Estados Unidos e no Canadá apresentam estruturas diferenciadas em relação à participação política e à concentração ou fragmentação da tomada de decisão, embora os critérios de delimitação metropolitana sejam similares. Há diversidade de modelos para a prestação de serviços comuns e cooperação, com existência de fragilidades nas estratégias para a articulação de políticas intersetoriais e fortes conflitos entre agentes econômicos públicos e privados.
References: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/2916
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Administração Pública. Governo. Estado: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.