Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/4931
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiscussionPaper_149.pdf418.6 kBAdobe PDFView/Open
Title: Monetary policy, inflation and the level of economic activity in Brasil after the Real Plan : stylized facts from SVAR models
Other Titles: Discussion Paper 149 : Monetary policy, inflation and the level of economic activity in Brasil after the Real Plan : stylized facts from SVAR models
A política monetária, a inflação e o nível de atividade econômica no Brasil após o Plano Real : fatos estilizados a partir de modelos SVAR
Authors: Céspedes, Brisne J. V.
Lima, Elcyon C. R
Maka, Alexis
Abstract: Este artigo investiga as relações estocásticas e dinâmicas de um grupo de variáveis macroeconômicas brasileiras (índices de preços, produção industrial, taxa de câmbio nominal, taxas de juros de curto e médio prazo, e M1) para o período após o Plano Real (1996-2004). Adota, como é usual na literatura, vários modelos SVARs (VAR estruturais) para determinar os fatos estilizados relativos aos impactos de curto prazo das fontes exógenas de flutuação identificadas para esse grupo de variáveis. O artigo inova ao empregar Grafos Acíclicos Direcionados (DAG) na obtenção das relações causais contemporâneas entre as variáveis e ao considerar que as alterações da política monetária, ocorridas após o Plano Real, tornam essencial a divisão da nossa amostra em dois subperíodos (1996/07-1998/08 e 1999/03-2004/12). Os resultados principais são: a) em resposta a uma inovação positiva na taxa de juros de curto prazo (Selic), durante o subperíodo 1999-2004, a produção e o nível de preços caem — porém, a resposta da produção é mais rápida que a do nível de preços, que só acontece com uma defasagem de aproximadamente quatro meses; b) para o período 1996-1998, o efeito mais provável de uma inovação positiva na taxa de juros de curto prazo é a redução do nível de preços - também com uma defasagem de quatro meses, embora haja uma grande incerteza em relação a essa resposta - e da produção; c) as inovações na taxa de juros de curto prazo (Selic) estão entre as fontes mais importantes da flutuação do nível de atividade econômica em ambos os subperíodos; e d) os choques exógenos na taxa de câmbio e na taxa de juros de médio prazo (Swap Pré x CDI) são, para o período 1999-2004, as fontes mais importantes da flutuação da taxa de inflação.
References: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/1660
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: Reproduction of this text and the data it contains is allowed as long as the source is cited. Reproductions for commercial purposes are prohibited.
Type: Discussion Paper
Appears in Collections:Economia. Desenvolvimento Econômico: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.