Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/5862
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livro_Brasil em desenvolvimento_2015_Estado planejamento e políticas públicas.pdf8.39 MBAdobe PDFView/Open
Title: Por que a elasticidade-preço das exportações é baixa no Brasil? : novas evidências desagregadas
Authors: Padrón, Alejandro da Rocha Souto
Santos, Cláudio Hamilton Matos dos
Amitrano, Claudio Roberto
Ribeiro, Fernando José da Silva Paiva
Bhering, Gustavo
Abstract: Investiga a relação entre a taxa de câmbio e a evolução das exportações brasileiras no período compreendido entre 1996 e 2014. São duas as hipóteses investigadas. A primeira é que a elasticidade-preço das exportações brasileiras é relativamente baixa. A segunda é que esta baixa elasticidade está estritamente relacionada à composição da pauta de exportações excessivamente concentrada em commodities e em manufaturas nas quais a concorrência internacional não se dá via preços. Apresenta os principais fatos estilizados sobre a trajetória das exportações brasileiras no período recente, desagregadas por grau de elaboração, setores de atividade, intensidade tecnológica e intensidade de fatores. Aborda os argumentos de natureza tanto empírica quanto teórica que dão suporte à hipótese de que a elasticidade-preço das exportações brasileiras é relativamente baixa. Por fim, apresenta os resultados de várias especificações econométricas que sugerem que, de fato, a elasticidade-preço das exportações é baixa no Brasil.
References: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/5838
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.
Type: Brasil em Desenvolvimento (BD) - Capítulos
Appears in Collections:Comércio Internacional: Artigos



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.