Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/9137
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TD_2465.PDF3.48 MBAdobe PDFView/Open
TD_2465_sumex.pdf137.81 kBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação dos critérios de escolha de operador pelos embarcadores de carga : uma proposta de custos generalizados de transporte
Other Titles: Texto para Discussão (TD) 2465 : Avaliação dos critérios de escolha de operador pelos embarcadores de carga : uma proposta de custos generalizados de transporte
Authors: Ferrari, Tatiana Kolodin
Pompermayer, Fabiano Mezadre
Abstract: Este Texto para Discussão apresenta a avaliação dos critérios qualitativos considerados por embarcadores de carga quando vão contratar serviços de transporte (frete) junto a operadores logísticos e transportadores no Brasil. Para tanto, são utilizados os dados de uma enquete realizada pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL), em que um jogo de preferências declaradas foi simulado com os embarcadores. Foi possível obter os valores de predisposição a pagar (willingness to pay – WTP) para os atributos tempo, confiabilidade, flexibilidade e segurança, por meio de um modelo mixed logit. Em geral, o frete apresentou um peso de 83% no processo de escolha de operador pelos embarcadores; o tempo teve peso de 8%; e os demais atributos, em torno de 3% cada. Os resultados globais de WTP, para uma viagem com distância média de 500 km, foram de: R$ 2,33/t para a redução de uma hora de viagem; R$ 4,70/t para se ter 95% de certeza no horário de entrega (confiabilidade); R$ 5,14/t para que se tenha flexibilidade na entrega; e R$ 6,25/t para limitar as perdas em até 0,25% (segurança). Esses resultados variam em função da distância da viagem e da região do país para onde o embarcador irá enviar suas cargas. Entretanto, não houve variações significantes para o tipo de carga, possivelmente pela maior parte dos respondentes da enquete operar cargas industrializadas, enquanto apenas uma pequena parte operava granéis minerais e agrícolas. Uma função de custo generalizada de transporte foi proposta para ser utilizada em modelos de alocação em rede para planejamento da rede de transportes, como os da EPL. Com essa função de custo, será possível incorporar os fatores qualitativos considerados pelos embarcadores em suas escolhas de modo e rota de transporte, desde que os arcos da rede modelada contenham os respectivos índices de tempo, segurança e confiabilidade.
Rights holder: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
License: É permitida a reprodução deste texto e dos dados nele contidos, desde que citada a fonte. Reproduções para fins comerciais são proibidas.
Type: Texto para Discussão (TD)
Appears in Collections:Transportes: Livros



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.